domingo, 20 de julho de 2008

Não teve nem graça

Quem aguardou ansiosamente pelas lutas de ontem, tanto no UFC Fight Night 14 quanto na estréia do Affliction Banned, ficou desapontado. Anderson Silva e Fedor Emelianenko fizeram o que deles se esperava: trituraram seus adversários. Mas acho que ninguém achava que seria tão fácil.

O Spider Anderson Silva fez sua estréia na categoria Light Heavyweight contra James Irvin. O americano havia dito que iria mostrar a Anderson o motivo pelo qual existem categorias de peso. Ele esqueceu que existe também diferença de categoria, de técnica. Em apenas 1 minuto de luta, Anderson defendeu com maestria um chute de Irvin e encaixou um direto de direita na ponta do queixo, que o mandou para a lona. Com a mão esquerda, Spider segurou os pés de Irvin e com a direita encheu o cidadão de socos. Rapidamente o árbitro encerrou a luta por nocaute técnico.



Já em Anaheim a luta foi ainda mais rápida. Fedor, que lutava contra um adversário muito mais qualificado que Irvin e muito maior que o próprio Fedor, destruiu Tim Sylvia (antigo bicampeão do UFC na categoria Heavyweight) em incríveis 36 segundos de luta.

Fedor levou 13 segundos analisando o Maine-Iac, dominando o centro do ringue. De repente o russo explodiu, encaixando uma seqüência devastadora, que começou com um cruzado violetíssimo, que entrou em cheio no queixo de Silvya, seguido por dois uppers não menos potentes. O que se viu depois foram 5 segundos (isso mesmo!) de uma seqüência de toda a sorte de socos, em que todos encontraram o alvo, a cabeça de Sylvia. Tim desabou, Fedor partiu alucinadamente para tentar montar, encaixou o ground and pound e encheu Sylvia ainda mais de socos. Ao tentar virar e dar as costas para o russo, o americano assinou seu atestado de óbito: Fedor encaixou uma asfixia espetacular, fazendo Sylvia desistir.

Abaixo o vídeo completo da luta, com narração em japonês (ou seria coreano?), inclusive com a apresentação do lendário Michael Buffer. Let's get ready to rumble!



Anderson Silva e Fedor Emelianenko mostram que continuam sem adversários. Por lutar em categorias mais leves, talvez o Spider enfrente alguns lutadores que possam dar trabalho, como o brasileiro invicto Lyoto Machida na Light Heavyweight, ou o monstro canadense Georges St. Pierre poderia subir para a Middleweight. Mas acho que Fedor não tem nenhum peso-pesado que possa vencê-lo. Talvez Rodrigo "Minotauro" Nogueira, mas agora em eventos concorrentes (Minotauro é o campeão interino dos pesados do UFC), vai ficar mais difícil vermos a quarta luta entre eles.

2 comentários:

Antonio disse...

Acho que o Anderson e o Machida são amigos porque o "Spider" falou que não luta com Lyoto que deve ser o futuro campeão dos meio-pesados.

Pela frente, o Anderson deverá tentar vingar a derrota pro Okami, ter a revanche com o Henderson e eventualmente lutará com Michael Bisping.

Já o Fedor, depois de se recuperar da lesão, pega o vencedor da luta Andrei Arlovski x Josh Barnett. Eu creio que o Arlovski é um dos caras com mais chances contra o russo.

Se o Couture conseguir se desvencilhar dos problemas legais dele, é capaz de rolar a tão esperada luta Fedor x Randy.

Não faz sentido o Fedor aceitar uma quarta luta contra o Minotauro. Contra o brasileiro, ele já provou o que tinha que provar.

Além desses, acho que Brock Lesnar daria uma luta interessante em 1 ou 2 anos... E, eu gostaria muito de ver o Machida lutar contra o fenômeno do sambô!

Alexandre Matos disse...

Quando eu postei não sabia da amizade do Anderson com o Lyoto. Realmente esta luta está descartada.

Agora, pro Hendo ter chance de revanche, precisa antes ganhar do Toquinho no próximo UFC. E acho que o Toquinho vai levar. A chance do Anderson perder é na Light Heavyweight. Na Middle, acho que só por acidente de percurso.

O Fedor vai aniquilar tanto o Arlovski qto o Barnett, salvo tb acidente, q com o Fedor é raro...

Randy x Fedor sim, seria irado.

O Machida teria q subir de categoria e sair do UFC, mas seria realmente uma luta irada.